Notícias

 

Baixou, mas dá pra baixar mais

Representantes dos trabalhadores conseguiram do Bradesco redução das taxas cobradas dos seus funcionários no crédito consignado, mas há espaço para decréscimo maior, defende Sindicato

Redação SPbancários
28/11/2016


São Paulo – Após reivindicação dos representantes dos trabalhadores em mesa de negociação, o Bradesco reduziu os juros cobrados dos bancários na modalidade crédito consignado. Mas o banco que lucrou R$ 12,7 bilhões somente nos primeiros nove meses de 2016 diminuiu a taxa em apenas 0,38 ponto percentual, passando de 2,72% para 2,34%. O prazo de pagamento varia entre dois e 60 meses.  

“Fizemos uma pesquisa para averiguar as taxas que os principais bancos cobram dos seus funcionários no crédito consignado e constatamos que o Bradesco pode reduzir a taxa, principalmente para prazos menores de contratação”, defende Sandra Regina, dirigente do Sindicato e integrante da Comissão de Organização dos Empregados do Bradesco.
“Por se tratar de uma empresa de carreira fechada, os bancários trabalham por mais tempo no Bradesco, por isso o banco tem condições de oferecer prazos maiores e também taxas menores. Avançamos nessa demanda, mas podemos conseguir mais e vamos manter essa reivindicação”, reforça Sandra Regina.
 
 
Copyright © 2011 - Sindicato dos Bancários. Todos os direitos reservados.