Notícias

 

Sindicato consegue reunião sobre cortes em agência

Metade dos funcionários de unidade do Bradesco, alvo de denúncias de assédio moral, foram demitidos de forma arbitrária; após paralisação, banco concordou em se reunir com representantes dos trabalhadores

Redação Spbancarios
17/1/2017


São Paulo – Após o Sindicato promover dois dias de paralisação das atividades de uma agência do Bradesco, localizada no Shopping Jardim Sul, na capital paulista, o banco agendou reunião para a quarta-feira 18, na qual será abordada a demissão arbitrária de metade do quadro de funcionários da unidade.

> Bradesco demite quatro de agência denunciada

“A agência foi alvo de reclamações sobre assédio moral. Pouco tempo depois de o banco ser cobrado sobre as denúncias, o gerente regional demitiu de forma arbitrária metade dos bancários que trabalhavam no local. O que nos leva a crer que os cortes foram uma retaliação e uma forma de desencorajar novas queixas”, relata a dirigente sindical e funcionária do Bradesco Fernanda Reis.

“Diante desta situação gravíssima, o Sindicato promoveu a paralisação da unidade durante dois dias. Pressionado, o banco agendou reunião para tratar do caso. Cobraremos esclarecimentos e justificativas plausíveis para as demissões. Caso não sejam apresentadas, exigiremos a reintegração destes trabalhadores”, conclui a dirigente.
 
 
Copyright © 2011 - Sindicato dos Bancários. Todos os direitos reservados.